Pesquisar este blog

Maquinas, pescadores e top models

Era uma terça-feira. O serralheiro chegou, abriu sua enorme caixa de ferramentas e foi logo justificando a quantidade de equipamentos que usaria para fazer uma instalação em minha casa:

— Sabe como é, 'doutor', quando o assunto é ferramenta eu não faço economia. Estas maquininhas me ajudam a ter mais tempo para descansar.

Fiz de conta que estava impressionado com a furadeira e o esmeril que ele exibia com orgulho.



— Além disso, quanto menos força eu fizer com as mãos, melhor para a sensibilidade dos meus dedos. — continuou ele.

— Você é músico? — perguntei impressionado.

— Não, eu gosto mesmo é de pescar. Se a mão ficar grossa não consigo sentir na vara o peixe respirando perto do anzol.

Enquanto eu tentava imaginar como é um peixe respirando perto do anzol, o serralheiro seguiu falando da pescaria programada para o sábado. Ele pescava religiosamente todos os sábados, em diferentes pesqueiros.

O homem estava certo. Graças às máquinas, hoje temos mais tempo para descansar ou pescar. Afinal, não é de olho no final de semana que você dá duro de segunda a sexta? Tudo bem, esqueça a manhã da segunda e a tarde da sexta.

Muito antes da máquina de fazer café, outras máquinas mudaram radicalmente nossa maneira de trabalhar. Mas isso não teria acontecido sem a ajuda das mulheres. Antes mesmo da invenção da locomotiva, a indústria têxtil foi a locomotiva da revolução industrial.

Quando os tecidos, as roupas e calçados eram feitos à mão, o custo era tão alto que só uma rainha podia ter noventa vestidos, cento e vinte saias e duzentos e oitenta pares de calçados. Hoje qualquer mulher pode ter.

Levava tanto tempo para produzir o tecido e costurar uma roupa, que quando a moda verão ficava pronta já era inverno. Por isso naquela época não havia desfiles de moda, só de soldados vestidos de farda. Sempre a mesma.

Foi graças às máquinas que a indústria da moda cresceu e criou uma das profissões mais badaladas: a de modelo. E quer saber? Três das cinco top-models mais bem pagas do mundo são brasileiras. As máquinas colocaram o Brasil nas passarelas.

Depois das máquinas que mudaram o modo de vestir e desfilar, vieram as máquinas que mudaram o modo de viajar. Pela primeira vez as pessoas podiam pegar um trem e ir mais longe do que a carroça permitia, desde que ficasse nos trilhos.

A vantagem da mobilidade individual e sem trilhos da carroça foi logo resolvida com a chegada do automóvel. A nova carroça motorizada tinha também a vantagem de ter o escapamento atrás do motorista, não na cara dele.

Enquanto pensava em como as máquinas facilitavam nossa vida, voltei para ver o serralheiro. Aquele era um homem inteligente, que sabia usar a tecnologia para sobrar mais tempo para o lazer. Eu só não imaginava o quanto. Encontrei-o pronto para partir.

— Pelo jeito amanhã você termina, não é?

— Xi, 'doutor', amanhã é quarta-feira, não vai dar. — respondeu, coçando a cabeça.

— Outro compromisso?

— Sim, na quarta-feira eu costumo experimentar os pesqueiros para ver qual está melhor para pescar no sábado.

resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários
 
O Melhor Conselho Sobre Investimentos que eu Já Recebi
LIZ CLAMAN


Neste livro a autora reúne o que chamou de inestimável sabedoria financeira que encontrou em Warren Buffett, Jim Cramer, Suze Orman, Steve Forbes e dezenas de outros especialistas financeiros. E se eles, ou outros especialistas tão famosos quanto, lhe contassem seus maiores segredos de investimentos - os segredos restritos apenas aqueles que convivem em seus círculos de amizade? Pela primeira vez e com suas próprias palavras, os mais bem-sucedidos investidores e administradores resumiram suas estratégias de investimentos em pontos fundamentais, divulgando o que eles acreditam ser o conselho mais importante sobre investimentos que poderiam anunciar. O livro traz ainda depoimentos de brasileiros como Roberto Irineu Marinho, Mauricio Botelho, Roberto Setubal e Emílio Odebrecht.

© Mario Persona  - Quer publicar Mario Persona CAFE em seu blog? Não se esqueça de colocar um link apontando para www.mariopersona.com.br ou clique aqui para obter o código do gadget. Você também pode publicar o texto na íntegra em seu site, blog, jornal ou revista, desde que mantenha os créditos do autor e tenha um link apontando para www.mariopersona.com.br.

E a gorjeta, doutor?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Loading...