Pesquisar este blog

Flexibilidade feminina

A mulher sentada ao meu lado na sala de embarque do aeroporto não era apenas belíssima. Ela estava cosmeticamente perfeita.


Além da elegância do vestido, seu rosto parecia ter saltado da foto de uma embalagem de cosmético, tamanha a perfeição do cabelo e da maquiagem. A questão é que eu tinha acordado às quatro da manhã para limpar as remelas do olho, passar a mão no cabelo e correr para não perder o voo. A que horas ela acordou? Teria dormido pronta? Nasceu assim? Não consegui decifrar o enigma.

É preciso muita flexibilidade para ser mulher. Já pensou decidir entre uma miríade de roupas, calçados e bolsas qual combinação usar? Tudo bem que isso às vezes leva horas, e a mulher sentada ao meu lado poderia estar sem dormir há dois ou três dias, mas mesmo assim ela merecia minha admiração. Eu, no máximo, precisei decidir a cor da gravata, já que para o terno a decisão fica sempre entre o preto e o preto.

Nada é mais flexível do que uma mulher. A começar pelo corpo, que já foi projetado para esticar até a gestação recorde de oito bebês e voltar à barriga de tanquinho original. Elas são flexíveis e resilientes. O homem? Pode esquecer. Oito cervejas depois e a barriga de tanquinho dá lugar a uma barriga permanente de máquina de lavar.

Mulheres não são apenas flexíveis, elas também têm o poder de flexibilizar. Qualquer homem sabe o que é ser dobrado, torcido e manipulado por uma mulher. Durante séculos milhares de inimigos da Dinastia Ming tentaram transpor a Grande Muralha da China. Todavia, nenhuma pedra precisou ser derrubada, graças às súplicas de Chen Yuanyuan, a concubina sequestrada do general Wu Sangui. Na esperança de salvá-la das mãos de um grupo rebelde, o general fez um acordo com o exército inimigo e mandou abrir os portões para deixá-lo entrar.

Do lado ocidental do planeta, mulheres inventoras trouxeram flexibilidade à vida moderna. Mary Anderson flexibilizou o uso do automóvel, que passou a circular também em dias de chuva depois que ela inventou o limpador de para-brisa. Marion Donovan deu maior flexibilidade à vida de pais e bebês, ao inventar a fralda descartável. E o trabalho da polícia ganhou maior flexibilidade e segurança com a invenção de Stephanie Kwolek, criadora do Kevlar, o material dos coletes à prova de balas.

Mas elas são flexíveis também quando utilizam coisas já inventadas. Observei a mulher ao meu lado no aeroporto abrir a bolsa, tirar o batom e retocar os lábios. Depois abriu o celular e olhou para a tela. Aí foi a vez do blush e, mais uma vez, do celular. O lápis reforçou o contorno dos olhos e... sim, você adivinhou: outra vez a olhadinha no celular.

Intrigado, e achando que ela usava a tela do celular como espelho, estiquei o olhar e reparei que a imagem de seu rosto estava nítida demais para ser apenas um reflexo. Foi aí que percebi o quanto ela era flexível até no uso do celular. A cada retoque a mulher tirava uma foto do próprio rosto para conferir.


resenha resenhas resumo resumos livro livros crítica críticas opinião opiniões literatura literaturas comentário comentários

Por que as mulheres compram?
Lisa Johnson


Desde a cor do carro, o computador, as novas sandálias da moda... enfim, o que as mulheres querem elas podem! E são mais exigentes que os homens. Não adianta querer vender nada rapidamente a uma mulher nem tampouco apelar para estratégias de marketing ultrapassadas. Elas não se deixam levar: muito mais fortes, decididas e independentes economicamente, as mulheres sabem o que querem e não aceitam ficar em segundo pIano. Em Por que as Mulheres Compram?, Linda Johnson e Andréa Learned, especialistas em marketing, mostram ao leitor o que determina as decisões de compra de uma mulher e como garantir a fidelidade desse público que cresce dia após dia.

Editora: Futura
Autor: LISA JOHNSON & ANDREA LEARNED
ISBN: 8574132020
Origem: Nacional
Ano: 2005
Edição: 1
Número de páginas: 272

© Mario Persona  - Quer publicar Mario Persona CAFE em seu blog? Não se esqueça de colocar um link apontando para www.mariopersona.com.br ou clique aqui para obter o código do gadget. Você também pode publicar o texto na íntegra em seu site, blog, jornal ou revista, desde que mantenha os créditos do autor e tenha um link apontando para www.mariopersona.com.br.
E a gorjeta, doutor?

Um comentário:

  1. Caramba...kkk! Tirar a foto do próprio rosto no celular para conferir a make é ótimooo! Somos realmente muito criativas. Mesmo assim, a esta hora da manhã eu estaria muito bem de óculos escuros e nem brincando levantaria tão cedo só pra me emperequetar. E, ao invés de tirar fotos do meu rosto, eu tiraria das nuvens tão próximas...rs.

    Abraços

    ResponderExcluir

Postagens populares

Loading...