Pesquisar este blog

O que fazer quando enviamos o e-mail errado para a pessoa errada? Essa foi a pergunta que fez a repórter de uma revista feminina que me entrevistou esta semana. O assunto é interessante, já que podemos causar muitos danos com gafes eletrônicas. Mais do que com as gafes convencionais. Este é o assunto da crônica desta semana.

Este e outros temas de MARKETING PESSOAL e ETIQUETA PROFISSIONAL, estarei abordando dia 23 de fevereiro de 2002, das 8:00 às 17:30 horas, no Auditório do Bahamas Apart Hotel, Rua José Antonio, 1107, Centro, CAMPO GRANDE, MS. O evento é organizado pela PLANEE Planejamento e Execução de Eventos Ltda., sob a batuta de Simone Viera de Moura. As inscrições podem ser feitas pelo telefone 067 326 9767 ou e-mail planee@enersulnet.com.br

O Popular de Goiânia publicou matéria assinada por Tacilda Aquino sobre a ineficácia dos banners. Dei alguns palpites ali. A eficiência dos banners para propaganda na rede é muitíssimo menor do que algumas linhas de texto em um boletim como este. Você deve ter passado batido por muitos banners, mas aposto como já leu as mensagens publicitárias deste boletim.

Por isso há pessoas indagando quanto custa publicar anúncios aqui. Como que ele vai para uma seletíssima platéia de quase 5 mil assinantes achei a idéia boa. Os dois espaços chamados "Mensagem", antes e depois do texto da crônica, ficarão disponíveis para anúncios. Mas não qualquer anúncio.

Digo que não é qualquer anúncio, porque a reputação do garçom é colocada em jogo pelo que ele leva em sua bandeja. O mesmo cuidado estou tendo para o serviço que anunciei semana passada, de escrever crônicas contextualizando a história de empresas. Mas não qualquer história, nem de qualquer empresa.

Essa idéia de escrever crônicas com histórias interessantes de empresas ganhou nova dimensão depois da conversa que tive com meu editor. Existe a possibilidade de tiragens limitadas de meu novo livro "Receitas de Grandes Negócios", contendo a história da empresa patrocinadora na abertura, além de outros detalhes personalizados. Uma agenda dura um ano. Um livro dura muito mais.

Se hoje escrevi demais neste prefácio, "DESCULPE. FOI e-ENGANO". Este é o título da crônica da semana. Boa leitura e bons negócios!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Loading...