Pesquisar este blog

Carregando...

Passei de fase

Seria o aquecimento global que causava em mim aquela sensação de derretimento? Ou seria a redução do oxigênio no ar que me deixava tonto? Quem sabe eu deveria culpar a poluição da água pelos pés pesados, o pensamento distante e o olhar vidrado... Ou talvez aquela sensação fosse normal para quem acabava de se tornar avô?

Sincrona ou Assincrona, eis a questao... - Mario Persona

Você sabe a diferença entre comunicação síncrona e assíncrona? Deveria saber. Comunicação síncrona exige que ambos interlocutores estejam disponíveis e sincronizados na comunicação. É como a conversa ao vivo, ao telefone ou mesmo num chat. Comunicação assíncrona não exige sincronicidade. Um fala ou escreve e o outro escuta ou lê quando puder.

Fama!

Lá estava eu aguardando em pé no aeroporto de Congonhas o momento de embarcar no voo que me levaria a Curitiba para uma palestra. Mentalmente ia construindo o que pretendia falar, quando algo chamou minha atenção. Do outro lado da sala de embarque três pessoas olhavam em minha direção e conversavam entre si, apontando para mim. Conhecidos? Não, as fisionomias do rapaz e das duas mulheres me eram completamente estranhas. Mesmo assim continuaram a apontar em minha direção e a trocar comentários.

Na boiada ja' fui boi - Mario Persona

Quando vejo escolas ocupadas por estudantes que acreditam sinceramente estar empenhados numa mudança, me lembro que um dia também tive "coração de estudante" durante a ditadura militar. Naquela época "na boiada já fui boi", porém dos que acreditavam no Vandré e na alternativa que os vermelhos pregavam. Isso me deixa à vontade para falar no assunto.

Diversidade 'a flor da pele - Mario Persona

Cresce a diversidade no trabalho. Há duas ou três décadas eu e você temos aprendido a conviver com a diversidade cultural e étnica gerada pela globalização. Agora a moda é diversidade de idade. Depois que o IBGE aumentou a expectativa de vida da população, velho passou a ser coisa do passado. Avise os amigos do boteco que você vai chegar mais tarde para o dominó.

Conversa ao Telefone no Dia do Professor - Mario Persona

Durante alguns anos, e a convite de uma instituição de ensino, lecionei Administração Mercadológica em seus cursos de Administração de Empresas. Fui igualmente convidado para lecionar em um MBA em uma universidade e a dar palestras em eventos acadêmicos em todo o país, sempre com base em minha experiência de mercado, no conhecimento autodidata, em minhas traduções de livros acadêmicos nas áreas de Marketing e Administração, além de meus livros e artigos publicados desde 2001. Um belo dia em 2005 recebi da instituição onde lecionava um comunicado: o Ministério da Educação e Cultura estaria fazendo um pente fino na qualificação dos professores universitários. Foi então que deixei de lecionar ali. Para mim aquilo veio até em boa hora, pois o volume de viagens e palestras já começava a pesar, motivo pelo qual acabei deixando também de atuar em consultoria. Na época escrevi uma crônica de um telefonema imaginário que transcrevo aqui.

Ah, que saudade dos velhos tempos...

https://www.instagram.com/p/BKq6GxNBEha/?taken-by=adamtots
Adam Ellis - https://www.instagram.com/p/BKq6GxNBEha/?taken-by=adamtots

Quando vi este cartum de Adam Ellis pensei logo em todas as pessoas que o tempo todo postam nas redes sociais críticas às tecnologias de comunicação que temos hoje, principalmente os smartphones. E fazem isso usando... smartphones! Se você parou na lição do "The book is on the table", no desenho em preto e branco diz: "Olhando só para nossas telinhas nos isola e nos torna antissociais". Nos balões da tela colorida você lê: "Acabo de comprar minha passagem de avião para casa! Diga para a mamãe que mandei um 'oi'!!!". "Ontem à noite foi divertido! Tenho pensado o dia inteiro em você". "Acabo de ver as fotos do novo bebê! Mal posso esperar para me encontrar com você neste final de semana". "Já estou indo! Quer que eu leve algum salgadinho para a festa?".

Dois mil anos de Internet - Mario Persona

Um leitor que acompanha meus comentários sobre a Bíblia nos sites www.3minutos.net e www.respondi.com.br escreveu perguntando a razão de Deus ter escolhido aquele momento (dois mil anos atrás) e aquele lugar (Judeia) para iniciar o cristianismo. Aí lembrei-me de algo que postei no Facebook há 3 anos e respondi: "Porque naquele tempo e lugar já existia Internet". Não entendeu? Vou explicar.

Ensinando a desenhar - Mario Persona

Aí naquela roda de amigas você diz que achou ma-ra-vi-lho-sa a abertura das Olimpíadas vista por 3 bilhões de pessoas e aquela "colega" diz: "Um absurdo gastar com isso tendo tanta coisa mais importante para fazer no país! Por que não investir todo esse dinheiro em educação, saúde, transportes...". Como reagir?

Medalha de Pérola



https://youtu.be/vEjGt27TGZ8

Não sou chegado em esportes, Copas e Jogos Olímpicos. Não me lembro se assisti a uma abertura de Olimpíadas por inteiro, e quase perco a do Rio para ver um seriado antigo que encontrei no Youtube. Aí bateu a curiosidade e vi, do começo ao fim. Não diga a ninguém que chorei, pois pode pegar mal. Homem não chora, sabia? Mas aí meu lado arquiteto e urbanista se refestelou na criatividade de quem fez muito com menos; meu lado bossa-nova arrepiou quando o neto do Tom deu o tom, e meu lado derrotado se lembrou desta crônica que escrevi há anos e está em meu livro "Marketing de Gente". Ela é sobre o atleta brasileiro que ganhou uma "Medalha de Pérola" e no Rio quase me fez pirar quando acendeu a pira olímpica. Se chorei mais um pouquinho? Decida você.

What's up, Whatsapp?!

Se você faltou à aula de inglês e dormiu nos últimos anos, eu traduzo. "What's up" significa "Pode isso, Arnaldo?!" e "Whatsapp" é aquele programinha que precisei desinstalar. Desinstalar?! Sim, porque meu smartphone marca "Xing Ling" não dava conta dele. Devo voltar a instalá-lo quando chegar o Nexus que alguém me prometeu. Além disso, a maioria das chamadas que eu recebia era de pessoas bem intencionadas, porém que pediam para eu explicar a Bíblia de Gênesis a Apocalipse naquele tecladinho. Pode isso, Arnaldo?!

Longevidade + mp3 = Lucratividade

Anote a fórmula aí: Longevidade + mp3 = Lucratividade. Eu explico: Nos anos 40 um brasileiro vivia em média 45 anos. Hoje vive em média 75. Para as crianças essa taxa subirá para mais de 85 e em algumas décadas pode chegar a quase 100 anos. Tudo isso graças às melhores condições de vida e saúde, além de avanços na engenharia genética e na geriatria. Então vou lucrar investindo em fraldas geriátricas? Ainda não, espere um pouco até eu terminar.

Postagens populares

Loading...